Páginas

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Meu amigo Renato

Eu tenho um amigo..o Renato..desde os meus 11 anos ele está junto comigo, em todas as ocasiões.....
Quem me apresentou Renato , foi a minha professora de violão..sim, eu toco violão.... Já tinha ouvido falar dele, mas nada que me gerasse interesse....e a primeira vez que nos vimos, ele me disse:


- Tenho andado distraido, impaciente e indeciso..




Me apaixonei....desde então, não nos desgrudamos mais....ainda me lembro de como era bom, discos de vinil e fitas cassetes, tardes e tardes, cifrando musicas e bebendo coca cola....


Meu violão era meu bem mais precioso....minha mãe me deu quando fiz 11 anos, ele era de uma madeira clara, lindo, lindo, lindo...demorou um minuto para eu aprender a tocar e eu só tocava sozinha, ou pra minha mãe...ou eu até tocava pra outras pessoas, desde q alguém cantasse....não era a minha intenção perder amigos....
as tardes eram bem mais legais com ele..eu nem via o tempo passar, adorava ficar eu, meu violão e minha platéia imaginaria (sei q isso é muito patético, mas me dá um desconto, eu era uma adolescente)....


Enfim..Renato tinha ciúmes qnd eu dava mais atenção ao Nando, a Cassia, ao Djavan e a Marisa...eu olhava pra ele e dizia: Calma, vc é o próximo, não me olhe assim, vc é o meu preferido...de fato, era mesmo....


Todo dia antes de eu ir pra escola (veja bem, nunca contei isso pra ninguém) de manhã..eu tocava "Quando o sol bater na janela do seu quarto".....minha mãe e minha vó ficavam sentadas na mesa da cozinha me vendo tocar...


Foi quando minha professora de música, me convidou para tocar na Igreja aos domingos, na missa dos Jovens....pensem em uma pessoa tímida...mas fui neh? era legal, tinha um monte de gente q tocava também...a gente se encontrava pra ensaiar...e eu paquerava o irmão da professora... Fabrício era seu nome, e seus cabelos muito pretos, seus olhos muito pretos, e sua pele branquinha me encantavam...por onde andará aquelas pernas..hum..ops, bem, desculpem..voltando....eu toquei uns dois anos na Igreja....e minha mãe ia me ver as vezes, nem sempre dava, e quando ela não ia..eu ficava triste..pq ela era a minha platéia favorita, não só pq cantava mais alto q eu, como fingia q nada acontecia qnd eu errada  e pq ela achava tudo lindo.....


Quando Heloisa ladra de namorados na infância se mudou para o fim do mundo, nós trocávamos muitas cartas, e sempre, sempre a gente escrevia uma música de Renato junto....e no fim sempre dizíamos: Pq a Legião vai bem com tudo....


E assim, segui minha vida..fiquei muito triste quando ele morreu, mas só aumentou minha admiração por ele, artista, e amigo que sempre me dizia o q eu queria ouvir...


Quando minha mãe morreu..eu toquei e cantei pra ela 'Sete Cidades'...e toda vez q escuto é um chororô....
 me desfiz do violão, no mesmo dia, me arrependo de ter feito isso, mas naquele dia não em foi bom conselheiro, então....
Foi a última vez, que eu, minha mãe, meu violão e Renato se encontraram.....


Hoje, conversando com Renato, ele me disse que se eu quiser alguém em quem confiar devo confiar em mim mesma....me bateu uma saudade ..que hoje só deu ele no meu dia....

6 comentários:

Helô disse...

Amanda... eu lembro qdo vc ganhou o violão... um dia minha mãe perguntou pra sua vó se vc tava aprendendo e ela respondeu: ela toca sim... besta é tu, besta é tu... rsrsrsrsrsrsrsrs

PS quem é Fabrício??? Esse vc preferiu manter em segredo, foi???

Te amo, Tartá!!! E sim... Legião vai bem com tudo!!!
Se te faz tão bem... volta a tocar...

Daniel Savio disse...

No seu dia? Por acaso é teu aniversário?

Hua, kkk, ha, ha, momento o chato de plantão...

Mas com certeza, as mães são nossas melhores plantéias, não só de música, contudo, de apoio, xodó e riso.

Nota, você é mãe, já notou que esta tendo estes mesmo momentos com os teus filhos, os meus carinho que foi compartilhado contigo por tua mãe?

Ai, ai, penso que fiz uma maçaroca de pensamentos, não é?

Desculpa se importuno.

Fique com Deus, menina Amanda.
Um abraço.

Anônimo disse...

"Quando o que eu mais queria era provar pra todo mundo, que nao precisava provar nada a ninguem".

Amanda disse...

Helo..besta é tu..é um classico..kkkkkk
me falta um violão!!!


Daniel..é pra dar enfase..oww...
pensei no q tu disse...vc sabe das coisas hein!!

Anonimo...

Eu ainda estou confuso, mas agora é diferente....

Luna Sanchez disse...

Nhooooooooooooooo...também amo o Renato! =)

Beijo, gata.

ℓυηα

Déia disse...

Nossa quer me derrubar?
Puta post triste!! Quase chorei de tão lindo!!

Eu amo esse seu amigo Renato, aliás, Re nato é = nascido novamente... ele deve renascer cada vez que alguem canta suas músicas, aquelas que parecem terem sido feitas sob medida para nós!

Amo a música 7 cidades, é uma das minhas preferidas!

E espero que o sol continue batendo na janela do teu quarto!

bjinho