Páginas

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

As delicias da Maternidade




Eu sempre disse que a maternidade não tem nada de sublime, e acreditem, tem mais perenges que tudo...Eu passei por muitosss pq quis Deus que eu repetisse a experiência 2 anos depois de ter tido Caliel....

Quando eu ganhei Caliel, eu tinha 17 anos, e nenhuma habilidade com bebês, quer dizer, alguns priminhos, mas nada se compara ao seu próprio Bebê...
Hoje, eu dou risada, mas na época eu só chorava....

Quando ele começava a chorar, eu chorava junto, pq simplesmente não sabia o que fazer....
Os bebês choram , choram e choram, pq é o único jeito q sabem pra dizerem: Vc ai da pança gorda, estou com fome..ou...Quantas horas vou ter que berrar pra vc perceber que eu quero ficar de bruços....ou...Minha bunda está cagada, escrava..me troque!....Não é fácil, definitivamente, não é fácil....



Caliel chorava, eu chorava, meu ex marido chorava e era uma coisa inexplicavelmente perturbadora...mas qnd ele ia pro colo da Avó, parece que ela tinha mágica..o moleque ficava quieto na hora.....ela dizia que era experiência...

Outra coisa, eles brincam com a gente, eles zombam da nossa boa vontade...e isso é pra vida inteira...mas começam quando bebês, eles sacam na hora o poder de um sorrisinho, e que qualquer gesto mesmo que involuntário te desmonta....e se aproveitam disso....



Quantas vezes, ele fazem xixi e cocô na banheira que vc cuidadosamente preparou com a agua na temperatura  correta, e esmerosamente separou a toalha , sabonetes, xampus, e toda a parafernália???
Isso quando não fazem na toalha....
E quantas vezes, eles empinam o pintinho, enquanto vc troca a fralda e urinam bem dentro da sua boca, nos seus olhos, como se tivessem mira de ninja????

Ou gorfam na sua colcha nova, no seu travesseiro, no sofá, no tapete....

Ou vomitam no seu cabelo.....(sim, isso já aconteceu comigo)

Ou mordem o bico do seu peito todo rachado...e fazem o seu peito de chupeta....como se vc viesse acoplada a um par de mamadeiras e nem mesmo estivesse ali....um par de braços e uma par de mamadeiras...homens, humft!!!

Mas nada que um sorrisinho, uma batida de palminhas e uma Vrummmmmm com aquela boquinha linda não resolvesse.....





Contei uma história pra Deia, e ela me perguntou : Pq isso não vai pro blog??

então tá neh:


Uma vez levei Caliel pra tomar vacina....ele tinha uns 4 meses....o médico me explicou que não podia passar nada no local, me alertou  que iria dar reação, febre..essas coisas...

Foi colocar o pé pra dentro de casa, q o menino esgoelou de chorar,parecia que alguém tava obrigando o menino a escutar o cd do Latino....dae que eu dei um banho e percebi que a bundinha dele estava inchada, tipo um calombinho no ligar da vacina...desesperei..procurei uma pomada pra passar, mas só achei um Vickvaporub....

Passei neh gente??? minha intenção era aliviar a dor, acalmar, refrescar, sei lá....só que o menino começou a chorar mais alto, como se eu tivesse passado pimenta.....nem consegui colocar  a roupa nele....

Estava calor, então deixei ele  só de camisetinha....peguei ele colo,e comecei a cantarolar uma música que minha mãe cantava pra mim, lá dos cafundós da Bahia....

"Hum, hum hum, menininho mandú..tem carinha de gato, narizinho de peru...esse menino não dorme na cama, dorme na poeira coberto com grama...."
Mandú quer dizer criança que chora muito.....

(Em momentos de total desespero, eu cantava: hum hum hum menino Mandú, não usei camisinha e tomei no cú...enfim...)


Acho que ele foi relaxando, relaxando, e lógico, fez um cocozão no meu braço..

Quando percebi,fui em direção ao banheiro e escorreguei na merda , com ele no colo..na hora só pensei nele e me projetei pra cair de bunda..dito e feito....quebrei o coccix....Sim, minha gente, eu escorreguei na merda e quebrei o coccix...

Agora me digam, qual outra situação, senão a maternidade, me proporcionaria esse momento?????



E quando o Igor nasceu??? Eu tinha um 'alarme' quando ele sujava a fralda...Caliel sentia o cheiro e vomitava..eu não sabia qual dos dois eu acudia...uma beleza...
E é verdade a história da experiência, com o Igor, foi tudo diferente, ele era calmo, não me deu um pingo de trabalho, foi cansativo ter dois bebês em casa, mas a experiência me deixou mais segura, mais calma e graças a Deus, eles sobreviveram a essa mãe louca que eles tem....

Caliel esses dias olhou pra mim (enquanto eu puxava ele pra dançar lambada comigo, fazendo graça e cantando: dançando lambada ê, dançando lambada á.....) e disse: 

-Mãe , vc é muito doida, eu hein!!!!




7 comentários:

Déia disse...

kkkkkkkkkkkkkkk e assim nós vamos ajudar a ter um mundo com menos pessoas, pois depois de nossos incentivos, me diga, quem vai querer ter filho?? kkkkkk
Talvez a gente seja contratada pra trabalhar na Europa, ou Asia, onde fazem campanha anti natalidade rsrsrs

bjs sabor : fralda de cocô.

Mente Hiperativa disse...

Crianças são muito bonitinhas e fofinhas.... Quando são dos outros!!!!

Todo mundo gosta de criança, quando é pra apertar as bochechas, dar um beijo e depois ir embora.
E na hora de trocar as fraldas ou lidar com um ataque de choro, quem fica?
Opa, não eram vocês que adoravam crianças???
Como assim?? Vem cá ajudar...

Antes que você pense que eu tenho filhos, não tenho não, pretendo tê-los quando acabar a faculdade, e ainda preciso encontrar a mulher ideal pra isso.

Mas apesar de não ter filho eu tenho um irmãozinho de três anos que é um pouco filho, até mesmo pela diferença de idade de 20 anos. Como meu pai é meio ausente e muito ocupado com o trabalho, desde cedo eu aprendi a trocar fralda, dar mamadeira, colocar pra dormir... essas coisas.

Então eu entendo um pouco do trabalho que dá, mas claro que não chega a ser 10% do trabalho de uma mãe, eu sou apenas um quebra-galho. Nos dias em que a mãe do meu irmão trabalhava à noite, por exemplo, eu ficava tomando conta dele, comida, fralda, botar pra dormir, essas coisas.

Dá trabalho! Mas também traz muita alegria...

No meu blog tem um marcador 'crianças' mas separei esse post pra você ler se quiser, é bem legal:

http://mente-hiperativa.blogspot.com/2010/01/coisas-de-crianca.html

Vi teu blog lá no da Déia, bjo.

Helô disse...

Amandaaaaa..... Tartaruga... quanta coisa vc passou longe de mim... Caliel quebrou seu coccx?!?!?! Tenho uma pergunta... vc caiu em cima da merda tb ou só escorregou nela????????????
Então, tira um dia toda semana pra contar as peripécias de uma mãe???? Estão pensando que eu sou louca aqui no trabalho... #RILITROS!!!!!!!! RSRSRSRSRSRSRSRSRSRRSRSRSRSRS

Luna Sanchez disse...

Ahahahahahahaha...morri!

Vick na bunda? Sua looooucaaaaaaaaa!!!

Adoro!

Beijo, flor!

ℓυηα

Luciana Fiel disse...

Mandica,tem uma enquete p/ vc lá no meu blog, passa lá !

Daniel Savio disse...

Hah, mesmo dando tanto trabalho, vai dizer que não gosta do chamego que eles te dão agora?

Fique com Deus, menina Amanda.
Um abraço.

Paty disse...

hehehe
q legal este post
eu enorme vontade de ter filho...
mas ainda acho cedo.

ms moro de "medo" de como vou me virar...pois sou péssima ma cozinha.. e sou preguiçosa demais...

e tbm ñ qro ter filho.. morando nos fundo da minha sogra..

axei bem interessante o seu post...

deve ter passado cada bocado c/ esses 2... ms a gnt ve q vc ama muito eles... e eles tbm devem te amar.

bjinhus